Voltar

05/01/2019 12:08

Administração lança novo chamamento para gestão do Abrigo Municipal de Cães

Administração Municipal do Prefeito Jesus Chedid e Vice Amauri Sodré lança mais uma iniciativa em prol de melhorias para o bem-estar animal da cidade, viabilizando a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Veterinário – o SAMU-Vet.

Pensando na gestão e políticas públicas de bem-estar animal para a cidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, lançou um novo edital de chamamento público visando um programa de gestão compartilhada do Abrigo Municipal de Cães e Gatos, de resgate desses animais domésticos em situação de risco e de educação ambiental.

A abertura e início da sessão pública acontecerá no dia 18 de janeiro, na Divisão de Licitações, Compras e Almoxarifado, e será destinada à participação de Organizações da Sociedade Civil, sem fins lucrativos.

Cabe salientar que o novo modelo de gestão prevê o funcionamento do Abrigo 24h para o monitoramento e acompanhamento dos animais abrigados no local e para o atendimento emergencial dos resgatados pelo SAMU-Vet, ou seja, animais de rua – sem dono – doentes, feridos, machucados ou em situação de risco.

O Secretário Municipal do Meio Ambiente, Alexandro de Souza Morais, fala da importância desse novo modelo de gestão para os avanços na política de bem-estar adotada no município. “O novo edital prevê melhorias significativas e atende propostas do nosso Plano de Governo, como o SAMU-Vet – com resgates e atendimento emergencial aos animais. Ressaltamos que o termo de colaboração tem como objeto a gestão do Abrigo, o resgate dos animais de rua – sem dono – doentes, feridos, machucados ou em situação de risco e programas de educação ambiental. O que pode gerar certa confusão na população e aproveitamos para esclarecer que não contempla o atendimento clínico à população com serviços veterinários gratuitos.”

A fim de diminuir as ocorrências de animais nessas condições – em situação de risco e de abandono – levando, consequentemente, a diminuição crescente do número de animais abrigados, a Administração considera importante desenvolver um programa continuado de educação ambiental que combata fortemente as raízes do problema – o abandonador – e realizar uma constante política de incentivo à posse responsável.

Outro aspecto importante que contribuirá para essa política de bem-estar animal é o programa de esterilização de cães e gatos do município, por meio da castração, como forma efetiva de controle populacional. O processo licitatório segue em andamento para implantar o CASTRAMÓVEL – programa itinerante de castração de cães e gatos. O CASTRAMÓVEL oferecerá cerca de 150 vagas mensais e atenderá, prioritariamente, animais em situação de rua e famílias de baixa renda em diversos bairros, inclusive na Zona Rural.

Além disso, estudos técnicos e financeiros já estão em andamento para a Criação do Hospital Veterinário Público para atendimento gratuito à população de baixa renda, melhorando as condições dos animais domésticos dessa faixa.

 

Fonte: +Bragança


← Voltar