Voltar

18/04/2017 12:25

Bragantino é assaltado poucas horas após comprar carro em Curitiba

Poucas horas depois de comprar seu carro em uma loja de Curitiba, o empreendedor Edson de Jesus Rodrigues, 44 anos, foi assaltado. Morador de Bragança Paulista, no interior de São Paulo, ele escolheu o dia 13 de abril para fechar a negociação pessoalmente na capital paranaense e, assim que finalizou a compra, assaltadoseguiu para a Rua Benjamin Constant, Centro, com o objetivo de procurar um hotel com a filha de 16 anos. No entanto, antes que descessem do veículo, os dois foram abordados por bandidos.

“O vidro do carro estava meio aberto, então, um rapaz chegou do lado da minha filha, apontou a arma pra cabeça dela e exigiu que saíssemos. Rapidamente esse indivíduo entrou pela porta do passageiro e outro marginal assumiu o volante. Levaram o veículo que eu tinha acabado de comprar, todas as nossas mochilas e diversos documentos como o contrato de financiamento e o recibo de compra e venda”, lamentou.

Em poucos segundos, a dupla sumiu com o veículo Etios Sedan 2013, de cor prata, que Edson usaria para trabalhar. “Eu tinha uma loja de roupas, mas precisei fechar a empresa devido às dificuldades financeiras e agora começaria a trabalhar como taxista para manter minha família. Não sei o que farei porque não deu tempo de fazer seguro e terei o financiamento inteiro para pagar”.

Denúncias

Por isso, ele divulgou as fotos e informações do carro nas redes sociais e conta com o apoio da população para localizá-lo. A placa do Etios Sedan é AXA 8177, e as denúncias podem ser realizadas na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos pelo telefone (1) 3314-6400.

Agradecimento

Logo após o assalto, pai e filha ficaram sem ação no Centro de Curitiba e contaram com a ajuda de desconhecidos. “Minha filha começou a chorar muito, então um casal parou para nos ajudar. Eles nos levaram à delegacia para registrar o boletim de ocorrência e nos deram abrigo em seu apartamento durante a noite. Queremos agradecê-los por tudo”, finaliza Edson.

Fonte: Tribuna do Paraná


← Voltar